top of page

O retorno às aulas já está resolvido, não há o que negociar!

Atualizado: 28 de ago. de 2023

Por SOS Educação


Pare agora mesmo de tratar o retorno para a escola como se fosse uma negociação. É só uma responsabilidade que precisa ser cumprida, para o bem de todos!


As férias de verão têm características que tornam o retorno um pouco mais sofrido. O tempo quente já traz aquela sensação de “estou deixando de fazer coisas mais legais com esse sol”. Muitos alunos sofrem com o medo e com a ansiedade em relação às novidades que o início do ano letivo trazem.


Predomina a sensação de “prefiro mesmo a boa vida aqui em casa onde tudo cai pronto na minha mão!”. Por esses motivos e mais algum excesso de privilégio sem os deveres correspondentes que nossos filhos têm hoje, voltar para a escola se tornou uma tortura ainda maior. E não só para os alunos, mas para a família toda! Os pais começam a tentar convencer os filhos mesmo antes de que as crianças se deem conta de que está chegando a hora de voltar.


O discurso dos pais será sempre tentativa mal sucedida de vencer pela lógica aqueles que facinho, facinho nos vencem pela emoção e pelo cansaço. Há uma forma de tornar menos sofrida essa fase: parar de tentar negociar o que é inegociável.


Discutir por longos períodos com os filhos e tentar contestar os argumentos que eles trazem passa a mensagem de que há alguma possibilidade de negociação para a situação. E quanto mais os pais entram nesse jogo, mais soa como se fosse uma disputa em que um dos lados sairá vencedor.


O melhor caminho é não discutir. Ouvir sim. Demonstrar que entendeu o que o filho está colocando, sim. Retrucar, ficar bravo ou triste e achar que tem que convencer seu filho é só gasto inútil de energia boa. Use sua carga de bateria para brincar, correr, jogar, conversar com seu filhos sobre outros assuntos.


O retorno às aulas já está resolvido, não há o que negociar!


Conteúdo fornecido por SOS Educação


Imagem: Wix

コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加
bottom of page