top of page
Guia de Ensino Fundamental

Está buscando uma escola de ensino fundamental e precisa de ajuda?

Se seu filho está saindo da escola de educação infantil, você está em um momento totalmente novo e desafiador: escolhendo uma escola de ensino fundamental.

As necessidades do seu filho a partir de agora serão diferentes: ele precisará de um ambiente maior, assim como novos espaços para explorar seus aprendizados. A metodologia pedagógica e a formação dos professores também ganham ainda mais importância.

A transição do Ensino Fundamental 1 para o Fundamental 2 também implica em mudança significativas: mais professores, maior amadurecimento e todos os desafios impostos pelo início da puberdade.

Por isso, para que você encontre, compare e escolha Escolas de Ensino Fundamental Anos Iniciaids e Anos Finais (ou seja, do 1º ou 9º ano do ensino fundamental em todo o Brasil, a SchoolAdvisor preparou este Guia de Escolas! 

Aprender é divertido
5 dicas para escolher a melhor escola

Veja 5 passos para escolher uma escola para seu filho

1. Liste suas prioridades: Compreender o perfil da sua família é a chave do sucesso para a escolha da escola. Liste o que vocês desejam que a escola ofereça e quais são os critérios de exclusão.

2. Busque com antecedência: Comece a seleção de escolas com antecedência à data do início das aulas, assim você poderá avaliar suas opções com calma.

3. Conheça e compare: A educação está em constante evolução. Compare o que as escolas têm a a oferecer. Para isso, você pode usar o comparador de escolas da SchoolAdvisor!

4. Ouça a escola com atenção e faça anotações: Ao ouvir a proposta pedagógica da escola, entenda como a rotina e como o espaço físico se relacionam com o que está sendo apresentado e com o perfil do seu filho. Anote tudo para não esquecer depois.

5. Envolva seu filho ou filha no processo de escolha: É sempre importante ouvir a opinião dos alunos sobre a escola. Além de se sentirem mais confiantes nos primeiros dias de aula, também ficam mais motivados para participarem das atividades.

Jornada escolher escola

Como escolher a abordagem pedagógica da escola?

Em uma pesquisa recente conduzida pela SchoolAdvisor, 98% das famílias afirmaram que o aspecto pedagógico é o que mais importa no momento de escolher uma escola. E você sabia que a abordagem - ou metodologia - pedagógica é o coração de todo o trabalho que é desenvolvido pela escola?

 

A abordagem pedagógica é o conjunto de valores e concepções da escola, que direciona o planejamento das aulas, a conduta dos professores, a forma como o conhecimento é transmitido, o entendimento de como os estudantes aprendem e os métodos de avaliação.

Não existe uma abordagem certa ou errada, uma melhor e outra pior: existe a linha pedagógica mais adequada ao perfil do seu estudante e aos valores da sua família. Portanto, é importante que você escolha uma escola que adote práticas que se ajustem às suas expectativas, crenças e hábitos.

Você também precisa saber que é comum que as escolas adotem mais de uma abordagem pedagógica, isso porque podem incorporar diferentes conceitos para desenvolver sua própria metodologia de ensino. 

Agora que você já sabe de tudo isso, conheça abaixo 4 abordagens bastante comuns nas escolas brasileiras:

Construtivismo: a abordagem construtivista trabalha com por meio projetos e experiências práticas. O professor identifica o interesse dos estudantes em determinado tema e, em conjunto com o grupo, propõe a elaboração de um projeto de aprendizado. 

Tradicional: na linha pedagógica tradicional, predominam as aulas expositivas, utilização de materiais pré-estruturados como livros didáticos, realização de exercícios para confirmar a assimilação do conteúdo e avaliação de desempenho.

Waldorf: o método Waldorf valoriza os aspectos individuais dos estudantes, assim como as particularidades da faixa etária a que pertencem. As escolas Waldorf procuram oferecer as condições necessárias para que cada aluno identifique e desenvolva seu potencial, suas virtudes e seus talentos, formando cidadãos capazes de agir autônoma e conscientemente na sociedade em que vivem.

Método Montessori: o Método desenvolvido pela médica Maria Montessori foi elaborado a partir da observação de Períodos Sensíveis de desenvolvimento infantil. Nele, cabe ao adulto entender a criança, seu tempo, seus processos, suas necessidades físicas e intelectuais para intervir de forma assertiva e disponibilizar os recursos pertinentes a cada aluno.

>> Para conhecer outras Abordagens Pedagógicas e saber mais a fundo sobre as metodologias apresentadas, clique aqui. 

  • São Paulo - Escolas na Zona Oeste
    Jaguaré e Vila Leopoldina Pinheiros e Vila Madalena Lapa e Perdizes - Guia de Escolas Lapa e Perdizes - Grupo de WhatsApp Butantã e Jardim Bonfiglioli - Guia de Escolas Butantã e Jardim Bonfiglioli - Grupo de WhatsApp Granja Viana Buscar por endereço
  • São Paulo - Escolas no Centro
    Jardins e Cerqueira César Higienópolis, Santa Cecília e Pacaembú Consolação e Bela Vista Buscar por endereço
  • São Paulo - Escolas na Zona Sul
    Moema e Vila Mariana - Guia de Escolas Moema e Vila Mariana - Grupo de WhatsApp Itaim, Vila Olímpia e Vila Nova Conceição Cidade Jardim, Morumbi e Real Parque - Guia de Escolas Cidade Jardim, Morumbi e Real Parque - Grupo de WhatsApp Brooklin e Campo Belo - Guia de Escolas Brooklin e Campo Belo - Grupo de WhatsApp Santo Amaro e Chácara Santo Antônio Jabaquara e Vila Mascote Saúde e Chácara Klabin Ipiranga e Sacomã Cidade Dutra e Grajaú Buscar por endereço
  • São Paulo - Escolas na Zona Leste
    Tatuapé e Anália Franco Penha Mooca e Vila Prudente São Mateus São Miguel Parque São Lucas, Vila Alpina e Sapopemba Buscar por endereço
  • São Paulo - Escolas na Grande São Paulo
    São Caetano do Sul Diadema Embu Guaçu Guarulhos Aldeia da Serra, Alphaville e Tamboré Cotia e Granja Viana Buscar por endereço
  • Campinas e região
    Barão Geraldo - Campinas Vila Industrial - Campinas Vinhedo e Valinhos Buscar por endereço
  • São José dos Campos
    Escolas na região de Urbanova e Aquárius em São José dos Campos
Estudantes ensino fundamental
5 mudanças no ensino fundamental

Conheça 5 coisas que mudam no ensino fundamental e que passam a ser um ponto de atenção na escolha da escola

1. Lição de casa: Em geral, a partir do ensino fundamental, as lições de casa tornam-se mais frequentes e volumosas. Prepare-se!

2. Reprovações: A reprovação dos alunos é proibida na fase da alfabetização. Mas, passado esse período, é permitida. 

3. Faltas: Agora a presença do seu filho é contabilizada. Pela Lei, o aluno não pode ser aprovado caso apresente uma quantidade de faltas superior a 25% das horas-aula dadas no ano letivo.

4. Divisão em matérias e mais professores: As escolas passam a adotar livros didáticos e materiais específicos para cada matéria. A partir do 6º ano, grande parte das escolas já passa a adotar também professores especialistas para cada matéria.

5. Provas e avaliações: Pode ser que a escola adote um modelo convencional baseado em provas com pontuação, ou um sistema embasado em atividades. Por isso, é importante que adotem também em casa uma rotina de estudos, de forma que o conteúdo não fique acumulado.

> Clique aqui para ler artigos que podem te apoiar em diferentes fases do desenvolvimento e da jornada escolar do seu filho.

As dúvidas mais comuns das famílias que estão buscando escolas de ensino fundamental

Quando devo começar a procurar escolas?

 

Se você não sabe qual é o momento ideal para começar a buscar por escolas, saiba que não está sozinho e nem sozinha! Essa é uma dúvida muito comum das famílias. Uma pesquisa da SchoolAdvisor apontou que o processo de busca por escolas pode demorar até 9 meses.

Saiba que quanto mais clareza você tiver sobre o que é importante para você na escolha da escola, mais fácil será esse processo. Então, mãos à obra: liste suas prioridades, entenda quais são seus valores inegociáveis e quais são os critérios objetivos da escola que vai começar a buscar (mensalidade e localização, sobretudo). Não sabe por onde começar? Inscreva-se gratuitamente na Jornada 4 Passos Facilitadores para Escolher uma Escola da SchoolAdvisor e receba todas as ferramentas para te auxiliar nesse processo - clique aqui.


Você já sabe o que está buscando?

> Clique aqui para buscar escolas por localização, nível de ensino e afinidade com seu perfil familiar no comparador de escolas da SchoolAdvisor.

 

Como escolher a localização da escola?

Para escolher a localização da escola, alguns critérios são importantes:

1. Considere o tempo de deslocamento: quanto mais tempo no carro, menos tempo livre seu filho terá para se dedicar a outras atividades como estudar ou fazer atividades extracurriculares.

2. Avalie as rotas de tráfego: verifique o trânsito nos horários de entrada e saída dos estudantes, assim como o tempo de embarque e desembarque na porta da escola.

3. Verifique a segurança do trajeto: é importante que o bairro ofereça segurança para circulação dos estudantes e das famílias. 

4. Avalie sua rede de apoio: caso ocorra uma emergência e você esteja longe da escola, tem alguém que pode ajudar?

Como avaliar o material didático da escola? 


Avaliar o material didático da escola não é uma tarefa simples. São diversas opções: livros didáticos, sistema de ensino, sistemas digitais e materiais desenvolvidos pelos próprios professores. Elencamos 6 perguntas que  podem te ajudar a descobrir se o material didático é adequado:

1. O material didático pode ser usado com ou sem ajuda do professor?

2. O material didático pode ser usado individualmente ou em grupos?

3. O material didático estimula as habilidades a oralidade e a escrita?

4. O material didático é flexível, adaptável às realidades dos estudantes e favorece a revisão dos conhecimentos?

5. O material didático está alinhado à proposta pedagógica da escola?

6. Os professores são familiarizados com o material didático?

Como saber se os professores de uma escola são bons?

 

A primeira coisa que você precisa se certificar na visita à escola é que os professores são valorizados. Isso quer dizer que são remunerados de forma compatível com o mercado; têm autonomia para elaborar suas aulas de acordo como perfil do grupo; participam de formações continuadas propostas pela escola; têm uma quantidade de alunos e turmas adequadas para que possa realizar seu trabalho sem exaustão.

Quer saber se a escola valoriza seus profissionais? Então:

1. Pergunte sobre os critérios de seleção dos professores e os programas de formação e reciclagem oferecidos pela instituição de ensino

2. Converse com outras famílias que já frequentam a escola para entender a percepção sobre a didática e a rotatividade dos professores

3. Investigue se os professores lecionam disciplinas relacionadas às suas áreas de sua graduação

>> Para saber por que é importante avaliar os professores ao escolher uma escola, clique aqui

5 perguntas para escolher a escola de ensino fundamental

1. Como é feita a adaptação dos alunos que chegam do infantil?

2. Caso meu filho tenha dificuldades em acompanhar o conteúdo, quais são os recursos de apoio oferecidos?

3. Qual é o sistema de avaliação utilizado pela escola?

4. Os professores participam de cursos de atualização das práticas didáticas com frequência?

5. O que se espera do aluno que se forma na escola?

Estudante do ensino fundamental

O que você precisa saber antes de escolher uma escola de ensino fundamental

As escolas de ensino fundamental são credenciadas e regulamentadas pelas Secretarias Estaduais. As Delegacias de Ensino são os órgãos regulatórios que possuem a informação sobre a autorização de funcionamento dessas instituições de ensino.

É importante é observar a formação dos professores.

Nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental - ou seja, do 1º ao 5º anos, os professores são multidisciplinares e devem estar aptos a ensinar Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História, Geografia, Artes, Educação Física; de forma interdisciplinar e adequada às diferentes faixas etárias. Os professores especialistas devem ser, preferencialmente, licenciados em campos específicos do conhecimento, como Artes Plásticas, Artes Cênicas, Educação Musical, Língua Estrangeira e Educação Física. 

Nos Anos Finais do Ensino Fundamental - ou seja, do 6º ao 9º anos, os professores deverão ter formação específica para a área de conhecimento em que atuam, através da Licenciatura ou do Bacharelado com Complementação Pedagógica, até 2024.

Por fim, a Lei Lucas (13722/18), sancionada em 2018, e determina que as escolas, públicas e privadas, assim como os espaços de recreação infantil, devem capacitar professores e funcionários em noções de primeiros socorros. Os estabelecimentos também precisam dispor de kits de primeiros socorros e afixar, em local visível, a certificação que comprove a capacitação dos profissionais.

A Infraestrutura da escola também tem um importante papel no aprendizado e no desenvolvimento socioemocional dos estudantes. Por isso, é importante avaliar se a instituição de ensino possui espaços adequados para acolher os alunos em suas necessidades específicas. O Plano Nacional de Educação (PNE), documento criado a cada 10 anos que traça diretrizes e metas para a educação no Brasil, configura padrões mínimos de infraestrutura no ensino fundamental, entre elas:

- iluminação, insolação, ventilação, água potável, rede elétrica, segurança e temperatura ambiente

- instalações sanitárias

- espaços para esporte, recreação e biblioteca

- acessibilidade

- atualização e ampliação do acervo das bibliotecas

- mobiliário, equipamentos e materiais pedagógicos

> Para saber o que avaliar na infraestrutura da escola de ensino fundamental, leia este post.

bottom of page