top of page

Mochila de rodinhas ou nas costas?

A escolha pode ficar por conta da criança. Normalmente adolescentes preferem as mochilas para as costas. Se a opção for a mochila de rodinha, é preciso considerar os locais por onde a criança vai passar. A de rodinhas apesar de oferecer mais facilidade de locomoção, em certos locais como escadas e ruas pode representar mais dificuldade na adaptação, como subir escadas, desviar de obstáculos, etc. Apesar de tudo, a mochila de rodinha exige menos esforço, não aplica o peso nas costas, é mais interessante para os menores.


🤔Alguns fatores a se observar:


✔️Nada de mochilas muito pesadas! Dê preferência para as que sejam feitas de materiais mais leves. Quando estiver já com o material dentro ela precisa pesar até 10% do peso da criança ou adolescente. Sendo assim, organizar a mochila diariamente para ter apenas o necessário para aquele dia é importante. A mochila escolar deve ser maior na altura do que na largura. Quando muito larga, a criança não consegue manter uma postura adequada. Os livros e cadernos devem ser colocados em pé. Outros acessórios (como estojo) devem ser ficar na frente dos livros para não ficar em e contato com o corpo.


✔️Tipo e Regulagem de altura das alças. O ideal é que a mochila tenha as alças largas e acolchoadas para que seja usada com as alças passadas pelos 2 ombros. Não é recomendado que se use a mochila apenas de um lado e nem apoiada pela frente, pois isso pode prejudicar a coluna. Além disso, essas alças devem ser reguláveis para que seja adaptada. Ela deve ficar bem junto às costas e o final na altura da linha da cintura.


✔️Estrutura da Mochila. A parte que se apoia às costas deve ter um reforço estrutural, acolchoado e resistente. Isso serve para proteger o corpo contra objeto que estejam na parte de dentro. Dessa maneira fica mais confortável ao carregar.


✔️Cuidados com a postura: Se a criança reclamar de dores nos ombros, braços ou na coluna, procure consultar um médico. O uso irregular pode provocar pequenas lesões musculares, que podem se tornar doenças mais graves no futuro, como lordose, cifose ou escoliose. A sobrecarga nas articulações pode provocar ainda problemas mais severos do que as alterações na postura.


Imagem: Wix

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page