top of page

Você começou a se alimentar pior depois que seus filhos nasceram?

Atualizado: 28 de ago. de 2023

Por Liv Up


É um fato que o nascimento de um bebê transforma completamente a rotina de uma família. Os hábitos, horários, sono… tudo passa por alterações. Mas e quando o assunto é comida? As novas demandas acabam em muitos casos dificultando o equilíbrio à mesa. Mas saiba que se você começou a se alimentar pior depois que os filhos nasceram, está na hora de rever a sua alimentação.


E esse cuidado vai muito além do período de lactação, onde o estilo de vida das mães muitas vezes precisa ser adaptado. Afinal de contas, os comportamentos e exemplos alimentares são levados para a vida toda. Para te explicar direitinho como isso funciona na prática, listamos alguns macetes e motivos pelos quais você deve investir em comer melhor. Vamos lá?


Saúde em família: 3 passos para uma alimentação mais equilibrada


Garantir o bem-estar e o desenvolvimento dos pequenos já é argumento de sobra para alterar a relação dos pais com a comida, não é? A seguir, listamos três pontos centrais para você ter em mente na hora de construir hábitos mais saudáveis!


Comece pelo básico


Sem neuras ou restrições malucas. Ao contrário do que muita gente pensa, ter uma alimentação nutritiva pode ser bem simples e prazeroso. Isso porque a base para uma dieta saudável são os alimentos in natura ou minimamente processados. Ou seja, comida de verdade. Estamos falando daquela sopinha gostosa, do arroz com feijão, do franguinho, das saladinhas frescas.

Para comer bem em qualquer idade, o ideal é priorizar esses alimentos e ter bastante variedade. Aliás, quanto mais diversidade, melhor. Crie o famoso prato colorido e incentive os filhos para que experimentem de tudo. Aí é só investir nas receitas que todo mundo ama e que, com certeza, você vai adorar manter em família.



Mães comendo com filhos
Imagem: WIX

Seja o exemplo


Diversos hábitos e comportamentos vêm do berço. E com a alimentação não é diferente. As crianças acabam repetindo e espelhando aquilo que os pais estão fazendo. Por isso é tão importante que os responsáveis estejam atentos a dar bons exemplos na mesa. Não adianta querer proibir os pequenos de comer doces, por exemplo, se você consome esse tipo de alimento com frequência. Em outras palavras, se você cuidar bem da alimentação, provavelmente seu filho irá fazer o mesmo.


Longevidade e genética


Sabia que ter um estilo de vida saudável também impacta positivamente seus descendentes? Existe uma área de estudo chamada epigenética que explica como as mudanças nos funcionamentos dos genes são passadas de geração em geração.

Pessoas com tendências a problemas de saúde podem interromper essa herança com bons comportamentos. Já quem tem hábitos ruins, podem afetar os filhos de forma negativa.

Outro ponto é a longevidade, que está super relacionada com a qualidade alimentar. Quem quer ver os filhos e netos crescendo, precisa desde hoje ajudar o organismo a combater o envelhecimento precoce e afastar doenças.


Bom, agora que você já sabe porque é tão importante estabelecer bons hábitos à mesa, não deixe de educar os pequenos sobre qualidade alimentar e contar com opções práticas no dia a dia. Dessa forma, você consegue ter tempo de qualidade com seus filhos sem deixar a saúde de lado.

E para tornar sua rotina alimentar ainda mais prática, não deixe de conhecer o menu completo e o blog da Liv Up. Lá, você encontra receitinhas, conteúdo sobre alimentação saudável e muito mais!


Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page